Investir em franquia: vale a pena?

Começar o próprio negócio é um dos principais sonhos dos brasileiros, especialmente aqueles que buscam a independência financeira. Segundo um levantamento do Sebrae em parceria com a Anegepe (Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas), mais de 60% dos brasileiros sonham em empreender. 

Porém, esse é um caminho que traz uma série de dúvidas e incertezas, afinal, investir em um negócio não é uma ciência exata, e exige alguns riscos. 

Nesse cenário, as franquias apareceram como alternativas muito viáveis e se popularizando cada vez mais no Brasil. Neste texto, vamos falar tudo sobre esse modelo de negócios, se vale a pena investir em franquia, tirar as suas dúvidas sobre o franchising, as vantagens e muito mais. 

Investir em franquia: Como funciona?

Vamos falar rapidamente sobre o setor. De forma resumida, esse modelo de negócios funciona com uma empresa (franqueadora) concedendo a uma parte (franqueado) o direito de usar sua marca, produtos e serviços em troca de um pagamento inicial e de taxas contínuas. 

Esse modelo é interessante para ambas as partes, permitindo a expansão rápida e eficaz da marca, enquanto oferece aos franqueados a oportunidade de administrar um negócio com um plano de negócios comprovado. 

Veja mais características: 

Relacionamento

O relacionamento entre as duas partes é estabelecido e definido pelo contrato de franquia. Ali são detalhados direitos, responsabilidades, suporte oferecido pelo franqueador, taxas a serem pagas e as regras operacionais que o franqueado deve seguir.

Circular de Oferta de Franquia (COF)

A COF é um documento obrigatório que deve ser fornecido pelo franqueador ao potencial franqueado pelo menos 10 dias antes da assinatura do contrato de franquia. Esse documento deve ter informações detalhadas sobre a empresa, o modelo de negócios, os investimentos necessários, as taxas, e os dados financeiros da franquia. Isso permite que o franqueado tome uma decisão informada.

Taxas e Royalties

O franqueado deve arcar com algumas taxas dentro do modelo de franquias, e elas podem variar. Alguns exemplos são a taxa de franquia – um pagamento inicial pelo direito de usar a marca e o modelo de negócio, e os royalties – que são pagamentos contínuos que o franqueado faz ao franqueador, geralmente calculados como uma porcentagem das receitas brutas e podem ter vários usos (como suporte e marketing).

Suporte e Treinamento

Talvez o principal ponto de investir em franquia seja o suporte oferecido. Isso inclui treinamento inicial, assistência na escolha do ponto comercial, marketing, consultoria operacional e atualizações contínuas. Esse suporte é essencial para garantir a padronização da franquia, e aumentar a chance de sucesso do franqueado. 

Para concluir, vale lembrar que o franqueado não é funcionário da franquia. Por mais que o franqueado deva seguir um modelo estabelecido, ele tem algumas liberdades na hora de fazer a gestão da sua unidade, fazendo com que essa relação seja de parceria. 

Quais as principais vantagens de investir em franquia?

Esse modelo não faria tanto sucesso se investir em franquia não fosse muito vantajoso para as duas partes. Aqui, vamos focar nas vantagens para o franqueado:

Modelo testado

Quando se começa um negócio, você precisa criar e aprimorar um modelo de negócios. Uma das principais vantagens de investir em franquia é a segurança de operar um modelo de negócio que já foi testado e aprovado no mercado, reduzindo os riscos desse investimento. 

Marca reconhecida

Na maioria das vezes, o público dá preferência a uma marca de confiança. Ao investir em uma franquia, você se associa a uma marca já estabelecida e reconhecida, o que facilita a atração de clientes e o sucesso do seu negócio no início. 

Suporte 

Falamos do suporte na seção de funcionamento das franquias. Isso porque o suporte é uma das bases desse modelo de negócios. Os franqueadores oferecem suporte contínuo aos seus franqueados, incluindo treinamentos, estratégias de marketing, assistência operacional e consultoria. 

Segurança e Retorno do Investimento

Quando aliamos um modelo de negócio comprovado, uma marca reconhecida e suporte contínuo, as franquias tendem a oferecer um retorno sobre o investimento (ROI) mais rápido em comparação a negócios iniciados do zero.

E como está o mercado de franquias no Brasil?

Ilustração isométrica de franquia com ilustração de localização e finanças

O mercado de franchising no Brasil tem mostrado um crescimento robusto e constante nos últimos anos. Segundo a ABF, o setor cresceu 13,8% em 2023, alcançando um faturamento de R$ 240,6 bilhões, e crescimento em TODOS os segmentos (com destaque para alimentação).

Ou seja, investir em franquia vale muito a pena se você quer empreender, oferecendo um modelo com mais segurança, confiabilidade e possibilidades de alto retorno.

Investir em franquia – Conheça o Açaí da Barra

Investir em uma franquia pode ser uma excelente alternativa para você entrar no mundo do empreendedorismo com mais segurança e suporte. Mas, um dos pontos mais importantes é escolher a franquia certa para investir!

Então, vamos aproveitar e mostrar um pouco sobre o Açaí da Barra, uma das franquias de maior destaque no segmento de alimentação. Nós oferecemos:

  • um modelo sem cobranças de royalties sobre faturamento e sem royalties fixo;
  • suporte total aos franqueados;
  • ajudamos na escolha do ponto comercial;
  • frota própria para distribuição de produtos, sem cobrança de frete;
  • franquia associada a ABF;
  • mais de 250 unidades em todo o Brasil;
  • 3 modelos de investimento (Quiosque, Smart e Premium); 
  • investimentos a partir de R$ 110 mil;
  • ALTA LUCRATIVIDADE.

E se você acha que isso faz das nossas unidades um modelo complicado de gestão, conheça com mais detalhes e veja como é simples!

Seja um franqueado Açaí da Barra

Compartilhar nas redes sociais:

O que você está procurando?